OMS alerta: casos de covid subiram 18% no mundo na última semana

OMS alerta: casos de covid subiram 18% no mundo na última semana

Na última semana o mundo registrou 4,1 milhões de casos novos de covid-19 – um aumento de 18%, alerta a Organização Mundial da Saúde (OMS). Os maiores aumentos foram registrados em 110 países, principalmente os localizados no Oriente Médio (47%), seguido pela Europa e no Sudeste Asiático, ambas regiões com 32%, e cerca de 14% nas Américas.

O diretor-geral da agência de saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, ressaltou que a pandemia está mudando, impulsionada pelas variantes da ômicron BA.4 e BA.5, mas não acabou. Segundo ele, o relaxamento no monitoramento da doença e na falta de vacinação para as populações mais pobres têm sido responsáveis pelos casos da doença.

Tedros disse ainda que embora tenham sido aplicadas cerca de 1,2 bilhões de doses de vacinas, a taxa média de vacinação nos países pobres é de apenas 13%. Por isso a necessidade dos países imunizarem suas populações mais vulneráveis, já que centenas de milhões de pessoas não vacinadas correm o risco de contrair formas mais graves da doença.

O diretor-geral da OMS também pediu que os países mais ricos cumpram a promessa de distribuir 2,1 bilhões de vacinas aos países mais pobres. Até agora, segundo dados compilados pela Oxfam e pela People’s Vaccine, menos da metade foi distribuída.

Número de mortes no mundo está estável

Apesar do número de mortes nas duas últimas semanas ficar na média de 8.500, elas têm aumentado em países do Oriente Médio, Sudeste Asiático e Américas, divulgou a OMS.

Covid-19 no Brasil

O Brasil registrou sua primeira alta mensal de mortes por Covid desde fevereiro deste ano. Foram 4.739 mortes registradas em junho, contra 3.176 em maio – um aumento de 1.023 (+ 49,2%). 

Apesar do aumento das mortes, o índice de letalidade em relação ao número de novos casos, caiu – é a menor para um semestre desde o início da pandemia, apontam as secretarias estaduais de Saúde.

No primeiro semestre de 2021 foram registrados 10.883.383 casos e 323.270 mortes. Já no mesmo período deste ano foram 10.073.078 com o número de mortes bastante reduzido em comparação ao período anterior: 52.357, de acordo com levantamento do Portal G1.

A queda na letalidade da Covid, se deve segundo especialistas à vacinação, que começou em janeiro de 2021. Ainda assim, menos da população brasileira, cerca de 47%, já recebeu a 3ª dose da vacina (a primeira dose de reforço).

Leia mais: Vacina salvou 20 milhões de vidas, mas muitos esquecem de tomar a 3ª dose e morrem

Com informações do Valor Econômico