O ex-presidente Lula também assumiu a liderança em popularidade digital, de acordo com pesquisa da Quaest.

Na segunda-feira, 10, Lula atingiu 60,3 pontos no IPD contra 52 pontos de Bolsonaro, de acordo com o levantamento do instituto. O IPD é o Índice de Popularidade Digital que mede o desempenho nas redes sociais.

O crescimento de Lula nas redes se deve à sua maior presença no cenário político nacional e internacional, ao aprofundamento do desgaste do atual governo e ao trabalho de comunicação desenvolvido pelo partido. “Em sintonia com a mudança do quadro político, desde o ano passado nós estamos nos preparando para a disputa de 22”, destaca o secretário de Comunicação do PT, Jilmar Tatto.

Em julho de 2021, no artigo “Disputar o presente e preparar o futuro“, o secretário Jilmar Tatto apresentou um conjunto de iniciativas para agilizar e modernizar a comunicação do partido.

“A partir dos acertos e das conquistas atuais, a Secretaria de Comunicação, sob a orientação das diretrizes do Diretório Nacional, investe para avançar na preparação da militância do partido”, afirmava o documento.

As mudanças implementadas e aprofundadas pela Secretaria de Comunicação, desde então, sob orientação do partido, também contribuíram para reafirmar a liderança do partido junto ao povo brasileiro. De acordo com pesquisa do instituto Datafolha, divulgada no final do ano, o PT é o partido com o qual os brasileiros mais se identificam. O PT é o partido preferido por 28% dos entrevistados.

A métrica do IPD avalia, desde 2019, o desempenho de personalidades da política nacional nas plataformas Facebook, Instagram, Twitter, YouTube, Wikipedia e Google. A performance é medida em uma escala de 0 a 100, na qual o maior valor representa o máximo de popularidade.