Lula lidera em MG e Kalil declara apoio ao petista

Lula lidera em MG e Kalil declara apoio ao petista

 O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) lidera a corrida pela reeleição em seu estado com 41% das intenções de voto. De acordo com a pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta sexta-feira (13), o ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD), aparece em segundo com 30%, seguido de longe pelo senador Carlos Viana (PL), com 9%. Desse modo, Zema venceria no primeiro turno, dentro da margem de erro. Isso porque a proporção de brancos e nulos está em 11% e a soma dos adversários não alcança a do governador. Mas declarações de apoio de presidenciáveis, como de Lula a Kalil, podem alterar o quadro.

pesquisa genial/quaest em mg

Foram entrevistadas 1.480 pessoas face a face entre os dias 7 e 10. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa ouviu também os mineiros sobre a intenção a intenção de voto para presidente da República.

Lula na frente

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera entre o eleitorado de Minas Gerais com 44% das intenções de voto. O presidente Bolsonaro está em segundo, com 28% e a chamada “terceira via”, como nas pesquisas nacionais, é inexpressiva também no estado.

lula e kali

Já quando a pesquisa Genial/Quaest pergunta sobre a influência dos apoios dos presidenciáveis aos candidatos o estado, a cena muda drasticamente. Por exemplo, apoiado por Lula, Kalil salta de 30% para 43% e passa ele a liderar em condições de vencer no primeiro turno. Isso porque esse percentual ultrapassa a soma das preferências alcançadas por Zema (apoiado por Felipe d’Ávila), que cai para 22%, e por Viana (apoiado por Bolsonaro), que vai para 16%.

Kalil vence Zema com apoio de Lula

lula e kalil

Durante visita a Juiz de Fora (MG), nesta sexta-feira (13), o ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), pré-candidato ao governo de Minas Gerais, deixou bem claro em quem votará para presidente em outubro.

“Eu já disse antes. Independentemente de aliança, do que eu pense ou não pense. Se for feita ou não for feita a aliança. Eu tenho um jeito de pensar, o que é o governo e o que é governar. E eu não posso aqui dizer, porque não vai dar certo ou vai dar certo… eu mentir e dizer aqui que ele não é bom candidato. Ele é o melhor candidato à Presidência da República. Infelizmente, se não der, não deu. Mas meu voto é do presidente Lula”, afirmou, de acordo com informações do site Wscom.

Maiores colégios

A situação explica o esforço da pré-campanha do ex-presidente, de apresentar em Minas chapa com Alckmin, oficializada no último sábado. Lula tem tido conversas com o ex-prefeito Alexandre Kalil para construção de um palanque no estado. Kalil apoia Lula, mas esbarra em obstáculos de seu partido, o PSD de Gilberto Kassab, para oficializar a aliança em Minas.

Com informações da RBA e Revista Fórum