Homem é flagrado vendendo água doada para vítimas da enchente no RS

Homem é flagrado vendendo água doada para vítimas da enchente no RS

Na noite deste domingo (26), o programa Fantástico, da Globo, exibiu um flagrante em Canoas, no Rio Grande do Sul. Um homem, identificado como Guilherme Ferreira, de 47 anos, foi visto vendendo água doada para as vítimas das enchentes. No entanto, ao ser flagrado, Ferreira pediu que as filmagens fossem apagadas e partiu para cima da equipe. Na agressão, ele danificou a câmera que registrava a cena.

Segundo o Portal Terra, as garrafas de água mineral foram doadas por comerciantes e produtores rurais da cidade de Piranhas, em Goiás. Antes de se mudar para Canoas em 2023, Guilherme vivia nesta cidade. A Polícia Civil do Rio Grande do Sul tomou conhecimento dos atos de Guilherme e o convocou para prestar depoimento. Após ser ouvido, ele foi liberado. A água doada foi entregue à prefeitura de Canoas e distribuída em um centro comunitário da cidade.

Moradores denunciaram o caso à equipe da RBS TV, afiliada da Globo no estado. Ao chegarem no local, os jornalistas se passaram por compradores para confirmar a venda irregular. Guilherme, o responsável pela ação, havia oferecido os donativos de água potável. “Eu não vou autorizar essa reportagem”, disse ele após ter sido abordado e questionado sobre o crime.

“Ninguém está pegando”, diz Guilherme. “Você vem buscar? Eu preciso acabar com essa água. Admito que isso é um crime”, ele reconhece. “Mas eu preciso desocupar o galpão, o caminhão não é meu, eu preciso desocupar.” A justificativa, no entanto, não convence os repórteres diante das evidências, que perguntam: “E você se acha no direito de vender essa água?. É só ir a um abrigo e entregar a água”.

Assista ao vídeo: