Elias Vaz aciona Bolsonaro no TSE por gastos no cartão corporativo

Elias Vaz aciona Bolsonaro no TSE por gastos no cartão corporativo

O deputado federal Elias Vaz (PSB-GO) acionou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o presidente Jair Bolsonaro por indícios de uso do dinheiro público em campanha eleitoral antecipada. A ação é direcionada ao vice-presidente do TSE, Alexandre de Moraes, e questiona os recursos utilizados por Bolsonaro e comitiva em motociatas pelo país.

“Nós observamos que os gastos com cartão corporativo subiram justamente no período em que o presidente realizou três motociatas em um mês. Bolsonaro torrou em 35 dias cerca de e 90% do que gastou nos três primeiros meses do ano. Essa desproporcionalidade é o resultado dos eventos eleitorais realizados em abril. A correlação entre motociatas e o aumento nos gastos é notória”, afirma o deputado.

Levantamento do parlamentar revela que, em 15 de abril, o presidente realizou uma motociata em São Paulo, mobilizando o aparato de segurança, além de pagamento de passagens e diárias sem que tivesse agenda oficial na cidade. Dados do Portal da Transparência apontam despesa de mais de R$160 mil só em passagens e diárias.
O relatório também identificou outra motociata, feita por Bolsonaro em 20 de abril em Rio Verde, interior de Goiás, além de um desfile do chefe do Executivo na carroceria de uma caminhonete em 30 de abril, em frente a uma motociata em Uberaba, Minas Gerais.