Delegado Waldir diz na TBC que Eduardo Bolsonaro fumou maconha no Havaí

Delegado Waldir diz na TBC que Eduardo Bolsonaro fumou maconha no Havaí

Filho do presidente teria, segundo Waldir, fumado um cigarro de canabis em 2017

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL) fumou maconha em 2017, revelou o deputado Delegado Waldir (União Brasil), em entrevista à TBC (TV Brasil Central), emissora que pertence ao governo de Goiás.

Segundo Waldir, o filho do presidente fumou o “cigarrinho do capeta” no mesmo dia em que o então deputado Jair Bolsonaro concorria à presidência da Câmara, em 2017.

“O filho do Bolsonaro estava surfando e fumando maconha lá no Havaí”, contou o delegado, em participação no TBC 24 horas. Eduardo não quis se manifestar sobre o assunto.

Na época do duposto episódio, Bolsonaro era filiado ao PSC (Partido Social Critão) e decidiu se lançar para comandar a Câmara, mas teve apenas quatro votos. Eduardo, que afirmou estar na Austrália, recebeu uma bronca do pai, momento flagrado pelo fotógrafo Lula Marques.

Na mensagem pelo celular, o atual presidente da República declarou: “Papel de filho da puta que você está fazendo comigo. Tens moral para falar do Renan (Jair Renan,outro filho de Bolsonaro, meio-irmão de Eduardo). Irresponsável. Mais ainda, compre merdas por ai. Não vou te visitar na Papuda. Se a imprensa te descobrir ai, e o que está fazendo, vão comer seu fígado e o meu. Retorne imediatamente”, esbravejou.

Eduardo não ficou quieto e respondeu: “Quer me dar esporro tudo bem. Vacilo foi meu. Achei que a eleição só fosse semana que vem. Me comparar com o merda do seu filho (Jair Renan), calma lá”.

Com a repercussão da foto, pai e filho gravaram um vídeo juntos e criticaram a imprensa, acusando-a de invadir a privacidade deles. Os dois relataram que a viagem do deputado foi para comprar um fuzil para o ex-capitão.

Com informações do DCM