Chapa Caiado e Michele é o "plano B" de Bolsonaro

Chapa Caiado e Michele é o "plano B" de Bolsonaro

Segundo a Revista Veja, governador de Goiás discute filiação ao PL

Com a possibilidade cada vez maior de ser preso por tentativa de golpe de Estado, o ex-presidente Jair Bolsonaro articula uma alternativa à sucessão presidencial de 2026: uma chapa tendo o governador de Goiás Ronaldo Caiiado (UB) e sua esposa, Mchelle Bolsonaro (PL) na vice. As informações são do articlista Robson Bonin, da Coluna Radar, da Revista Veja.

https://veja.abril.com.br/coluna/radar/caiado-e-michelle-o-plano-b-do-bolsonarismo/
https://veja.abril.com.br/coluna/radar/caiado-e-michelle-o-plano-b-do-bolsonarismo/

Segundo Bonin, o plano é filiar Caiado ao PL, e trabalhar a chapa com a ex-primeira dama, pois além dos processos que correm no Supremo Tribunal Federal, que podem levar Bolsonaro à cadeia, o ex-presidente está inelegível até 2030.

Segundo informações apuradas pela Coluna Radar, da Veja, um aliado do ex-presidente destacou que, “com Bolsonaro pedindo votos, essa chapa seria imbatível”.

No entanto, a mudança partidária não agradaria a legenda atual de Caiado. Ainda de acordo com a Veja, um cacique do União Brasil teria alertado que não seria fácil “roubar” o governador da sigla: “Para tirar o Caiado daqui, o PL teria que brigar com o União. Não seria inteligente”.

Atualmente, o União Brasil tem aliança com partidos como PSDB, PDT, Avante e PP, garantindo a maior bancada no Congresso e no Senado Federal. São 162 parlamentares só na Câmara dos Deputados.

Durante a gestão de Jair Bolsonaro, o governador de Goiás foi um dos que se manteve ao lado dele em momentos que grande parte dos chefes de Executivo estaduais se colocavam como opositores. Durante a pandemia da Covid-19, eles chegaram a romper, mas se reconciliaram depois.