Olá leitoras e leitores,
“Pare de cuidar da vida dos outros e comece a cuidar da sua vida que já é o bastante a ser feito.”

por André Soares 
O pensar diferente passa muito por essa frase, justamente porque passamos muito tempo cuidando da vida de outras pessoas querendo controlar tudo que elas fazem e o pior falar mal dos que elas estão fazendo.

Se estiver vivendo dessa forma, precisa fazer uma grande reflexão perguntando: O que estou fazendo por mim? O que já fiz por mim?
Quanto mais ficar cuidando da vida dos outros mais vai esquecer-se da pessoa mais importante que existe que é você.

Pensar diferente é se livrar dessas correntes da comparação do julgamento da cobrança que afasta você dos seus sonhos e dos objetivos de vida.

No artigo da semana passada, (2022 Começou e Agora – https://onzedemaio.com.br/andre-soares-2022-comecou-e-agora/) falei sobre a minha experiência de fazer tudo para as pessoas. Cresci e aprendi muito vivendo assim, mas no fim de tudo percebi que vivia uma vida infeliz que no final das contas não tinha construído nada pra mim.

Pensando diferente, descobri que tinha pessoas mais inteligentes do que eu e era esse mundo que deveria buscar para viver. Olhando ao meu redor, percebi que convivia com pessoas piores ou iguais a mim. Quando falo de pior são as dores, a escassez, a tristeza, a falta de esperança de viver que essas pessoas tinham mais forte do que eu.

Mudar tudo isso não foi fácil, pois dependia de mim. Tudo na vida quando depende de você, acaba se tornado num grande penhasco para se atravessar só pelo fato de não acreditar que é capaz.

Tudo muda quando muda à forma de pensar sobre a vida.

O ciclo de convivência modela a sua mentalidade. Se estiver com pessoas que só reclamam, estão tristes, vivem uma vida de fracasso sem força para avançar e vendo tudo de ruim, vai acabar ficando assim e pior vai desenvolver a sensação que está tudo bem que em algum momento tudo dará certo como num piscar de olhos.

Particularmente essa foi à lição mais dura que aprendi na vida. Sempre fui um cara de apego. Apegava-me a tudo principalmente a pessoas. Queria estar com as pessoas para ser aceito no ciclo delas achando que se não fizesse parte, não seria nada ou ninguém.

Mesmo no inicio da minha mudança, não aceitava de forma alguma que deveria me desapegar. Vivia os velhos hábitos e não abria o coração para as novas oportunidades. Isso foi tirando a minha autoridade de pensar diferente para ser uma pessoa melhor.
Cuidar da sua própria vida é ampliar o seu campo de visão, entender que o mundo é muito maior do que apenas ficar olhando para o umbigo ou se tivesse com uma venda nos olhos.

Quando deixo de cuidar da minha vida, viro um escravo das circunstâncias que vivo, nesse momento começo alimentar a mente com coisas estupidas em vez de estimular com coisas que realmente agregam valor.
Para estimular a mente a fazer diferente, preciso ser diferente. Desapegar de situações que só levam para baixo como rancor, ódio, raiva, triste, fracasso e de pessoas que não ajudam em nada só trazendo desamparo e desesperança.

Aprendi muito com o fato do desapego e o perdão.

Lembro quando acompanhei o nascimento de um bezerro. Foi algo notável de ver o animal lutando para poder ficar de pena e apenas em um minuto depois ele já estava andando, isso não foi algo que ele aprendeu, estava inato na vida dele.

Nós seremos humanos sofremos o processo inverso, pois para fazer algo precisamos aprender entender o que isso vai me dar de segurança para tomar a decisão de colocar em prática.

Se tivéssemos esse instinto inato dos animais em nossa vida de fazer por si, com certeza realizaríamos muito mais desde cedo.
Hoje desenvolvi esse extinto inato de ir pra cima. Claro que a momentos que o medo vem avassalador, mas aprendi que mesmo com medo, vou seguir em frente com muito mais força.

Esse fortalecimento mental me faz acreditar que sou capaz de construir qualquer coisa, sem me importar com a vida das pessoas ou de ficar apegado algo que as pessoas estão falando ou fazendo.

Cada um tem o seu tempo para agir e reagir. O grande benefício da criação do ser humano, é que cada um é diferente, que ninguém é igual a ninguém. Mesmo que muitos acham que devemos ser igual a outra pessoa.

Pensar diferente é trazer a sua presença de comando para que as pessoas possam entender que a vida é de você para você. A vida os conflitos são sobre você e não sobre as pessoas.

Se existe pessoas que gostam de mim o problema é dela. Se tiver pessoas que não gostam de mim, o problema também é dela. Cada pessoa controla o seus desejos, mesmo achando que não.

Estou vivendo essa jornada há 17 anos, onde cada dia é uma lição diferente. Não vivo mais a expectativa de achar que tudo vai se resolver. O que realmente resolve é a realidade vivendo o agora. O fato de encontrar pessoas mais inteligentes no meio do caminho ajuda a entender que preciso desapegar e não ficar com inveja. Pessoas inteligentes são aquelas que estão fazendo o que estou deixando de fazer.

A vida é feita de oportunidades. Pessoas inteligentes ajudam a desenvolver novas habilidades.

Quando decidi transforma a minha vida, precisava estar ao lado de pessoas que fizeram isso. Teria que modelar o que foi feito para tirar aquilo que poderia ser bom para mim e colocar em pratica.

Se eu fosse buscar pessoas que não transformaram nada na vida, qual seria o meu aprendizado?

Com certeza aprenderia como ser um fracassado.

Pense diferente, não fique esperando que as coisas caiam do céu. Se quiser algo então vai buscar. Se não sabe como chegou a hora de aprender com quem já venceu na vida.
Pare de cuidar da vida das pessoas. Cuide da sua que já está de bom tamanho.

André Soares
Coach | Escritor | Mentor
[email protected]
Telegram: https://t.me/andresoarescoach
Instagram: https://www.instagram.com/andresoares_coach/