O ministro do Supremo Tribunal Federal,  Ricardo Lewandowski atendeu a um pedido do PT e determinou nesta sexta-feira (17/12) que o governo federal apresente, no prazo máximo de 48 horas, um plano para assegurar a vacinação contra a Covid de crianças de 5 a 11 anos.

do Conjur

O partido afirma que, embora a Anvisa (Associação Nacional de Vigilância Sanitária) tenha autorizado a aplicação de imunizantes em crianças, o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) ainda não planejou as etapas de vacinação e sinalizou que não fará aplicações em 2021.

“Além da preocupação em se ter a totalidade da população brasileira imunizada contra a Covid-19, tem-se que o rápido início de vacinação para crianças é necessário e urgente para a proteção integral de nossas crianças e, especialmente, para que toda a população em idade escolar possa retornar às aulas presenciais de forma segura”, afirma o pedido.

O presidente criticou na live semanal desta quinta-feira (16) a decisão da Anvisa de autorizar a vacinação de crianças. Disse também querer divulgar o nome dos técnicos da agência que aprovaram a utilização da Pfizer a partir dos 5 anos.

Já o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que a vacinação de crianças não é “assunto consensual”. Vários países já aplicam o imunizante contra a Covid-19 nesta faixa etária.

Clique aqui para ler a decisão
ADPF 756