Crianças de 11 anos poderão ser vacinadas na Central de Imunização, em 6 UBS´s e em mais de 50 escolas da cidade. Crianças de 5 a 11 anos com deficiência permanente ou comorbidades, indígenas e quilombolas também já poderão ser imunizadas nesses locais

A Prefeitura de Aparecida avança com a Campanha de Imunização contra a Covid-19 e nesta segunda-feira, 17 de janeiro, começa a vacinar crianças de onze anos e crianças a partir de 5 anos com deficiência permanente ou comorbidades, indígenas e quilombolas. A vacinação infantil ocorrerá em salas exclusivas ao público, na Central de Imunização, das 8 às 18 horas, e em seis Unidades Básicas de Saúde (UBS´s): Andrade Reis, Anhambi, Bairro Cardoso, Retiro do Bosque, Veiga e Jardim Olímpico, das 8 às 16 horas.

Além disso, de 20 de janeiro a 28 de fevereiro, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizará visitas em mais de 50 escolas públicas e privadas da cidade para a vacinação infantil contra a covid-19. A primeira instituição visitada será o Colégio Estadual Jardim Cascatas, principal escola da comunidade quilombola na cidade. A vacinação ocorrerá no dia 20, a partir das 8h30.

Para receber a vacina contra a covid-19 é necessário que as crianças estejam acompanhadas de seu responsável legal. Caso o responsável não possa acompanhar a criança, é necessário assinar autorização

Além disso, a aplicação da vacina ocorre mediante apresentação da certidão de nascimento ou RG e cartão SUS ou CPF. Crianças com comorbidades ou deficiência, indígenas e quilombolas também precisam comprovar a condição.

A coordenadora de Imunização de Aparecida, Renata Cordeiro, destaca que o município priorizará a vacinação nas escolas para o público infantil: “Essa é uma estratégia que sempre deu certo em nossa cidade, pois facilita o acesso ao serviço e, principalmente no atual cenário de surtos de gripe, evita a circulação das pessoas nas unidades de saúde. Para aquelas crianças que moram em Aparecida mas não estudam aqui ou que não querem aguardar nossas visitas às escolas, temos sete postos de imunização espalhados no município com salas exclusivas para vacinação pediátrica”.

Como funciona a vacinação infantil

Para iniciar a etapa infantil da imunização contra a covid-19, Aparecida vai receber 3.900 doses do imunizante da Pfizer, até o momento, o único autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a vacinação de crianças. Conforme novas remessas cheguem na cidade, a SMS ampliará a vacinação para outras idades, até os cinco anos. A estimativa da pasta, segundo dados do Instituto Brasieliro de Geografia e Estatística (IBGE), é que Aparecida conta com 58.545 crianças na faixa etária de 11 a 5 anos.

A SMS lembra que a vacina da covid-19 não será administrada junto com outras do calendário infantil. Para as crianças, o prazo entre a aplicação desse imunizante e de qualquer outra vacina é de 15 dias. “Assim como em adultos, o esquema básico de vacinação pediátrica contra a covid-19 ocorrerá por meio da aplicação de duas doses da Pfizer, no intervalo de 8 semanas, mas a dosagem, composição e concentração da vacina infantil são diferentes da vacina aplicada em adutos”, reforça Renata Cordeiro.

Vacinação nas escolas

Sobre a principal aposta do município para a vacinação do público infantil, a coordenadora de Imunização lembra que a estratégia de levar o serviço às escolas é uma velha conhecida da população de Aparecida: “Para a Campanha de Multivacinação adotamos essa estratégia nos últimos anos e conseguimos excelentes resultados”.

Segundo ela, em 2019, 65 escolas e Cmeis receberam as equipes de imunização, mais de 6 mil crianças foram vacinadas e 17.983 doses de diferentes vacinas do calendário infantil foram administradas. Em 2020, mesmo com a pandemia, o projeto ocorreu em 51 instituições de educação, com 5.297 crianças vacinadas e 11.544 doses aplicadas. Em 2021, com o retorno das aulas, em apenas 30 dias de ação, 2.132 crianças foram atendidas e 6.075 doses de vacinas foram aplicadas.

Vacinação itinerante

A estratégia de levar a vacinação para bairros mais afastados também já foi adotada pelo município, inclusive na Campanha contra a Covid-19, e ocorrerá novamente com a vacinação infantil “Quanto mais fácil for o acesso, mais adesão teremos e mais crianças poderão evitar mortes e complicações pela contaminação do coronavírus. A vacina é segura e Aparecida está pronta para proteger o máximo de crianças”, reforçou Renata Cordeiro.